♥ Seguidores♥

Mostrando postagens com marcador #cultura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #cultura. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

1975.

1975.
O espetáculo 1975 protagonizado pela atriz Angela Figueiredo reestreia dia 31 de janeiro no Teatro Arthur Azevedo - Sala Multiuso e trata do desaparecimento de um homem durante a ditadura militar no Uruguai. A trilha sonora é do cantor e músico Branco Mello.
1975 é um espetáculo sensível e forte conduzido pela linda iluminação cênica, vídeos e trilha sonora impactantes fortalecem a narrativa sobre a passagem do tempo e a dor pelo desaparecimento de pessoas próximas. Esvaziando a casa de seus pais Teresa encontra seu caderno e cartas que escreveu desde que seu irmão sumiu durante a última ditadura no Uruguai quando ela era adolescente.

O espetáculo é uma obra de ficção inspirada em fatos reais. O texto surgiu a partir da peça Boneco Sem Rosto, também de Sandra,criado para a convocatória para autores uruguaios e argentinos de textos curtos e monólogos para os 10 anos do Teatro De La Identidad, organizado pelas Abuelasde Plaza de Mayo, realizadoem Buenos Aires, Argentina. Essa convocatória tem o tema do desaparecimento de pessoas nas ditaduras do Uruguai e Argentina.

Ela partiude uma história real que viveu na sua adolescência e nos anos da ditadura, quando cadáveres anônimos eram encontrados na costa uruguaia lançados de aviões no Rio da Prata. Estes voos ficaram conhecidos como voos da morte. 1975 ganhou o Prêmio Florêncio de Melhor texto de Autor Nacional em 2015, ano de sua estreia em Montevidéu. A montagem uruguaia estreou em 2015 fez duas turnês na França, foi montado na Argentina (2017) e agora no Brasil.

Após a apresentação a atriz ficará para um bate-papo informal com a plateia. Angela participou da série “Hebe”, Globoplay/ TV Globo, e da novela “Selva de Pedra” em cartaz no Canal Viva.

FICHA TÉCNICA:
Texto: Sandra Massera
Direção: Sandra Massera e Angela Figueiredo
Elenco: Angela Figueiredo
Direção de vídeos e fotos: Nanda Cipola
Assistente de direção: Claudinei Brandão
Produção executiva: Cristiani Zonzini
Diretor de palco: Acauã Sol
Cenografia e figurinos: Kléber Montanheiro
Iluminação: Amarílis Irani e Maria Julia Rezende
Trilha sonora: Branco Mello e Sandra Massera
Programação Visual: Vicka Suarez
Adaptação de artes: Erik Almeida
Operação de luz: Maria Julia Rezende
Operação de som e vídeo: Nanda Cipola
Assessoria de Imprensa: Fabio Camara
Realização: Casa 5 Produções



SERVIÇO:
LOCAL: Teatro Arthur Azevedo - Sala Multiuso (Av. Paes de Barros 955 – Móoca), 60 lugares.
DATA: 31/01 até 01/03 (Sexta e sábado 19h e domingo 17h)
INGRESSOS: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
INFORMAÇÕES: 11 2604 5558 e teatroaa952@gmail.com;
DURAÇÃO: 60 minutos
CLASSIFICAÇÃO: 12 anos


quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Mãe Fora Da Caixa.

Mãe Fora Da Caixa.
“Miá Mello está incrível neste monólogo, que texto bacana e super interativo. A platéia vibrava e se identificava com vários pontos abordados na peça. Foi uma experiência incrível!”
Mãe Fora Da Caixa começou como um livro da escritora Thaís Vilarinho que se transformou em best seller e que gerou a peça que já foi vista por mais de 10 mil pessoas.
O monólogo é estrelado por Miá Mello e que retrata de maneira direta tudo o que as mulheres passam em todas as fases da maternidade, sem filtro e sem meias verdades.
E não precisa ser mãe para ir assistir, basta gostar de teatro, de comédia, de reflexão,...e para quem quer entender o fantástico mundo das mães.
Em "Mãe Fora Da Caixa", ao saber que pode estar grávida do segundo filho, essa mãe relembra todas as fases de uma maternidade repleta de dúvidas e desafios. A identificação com o público é imediata (inclusive “não pais” e pais), transformando o teatro em um grande espaço de reflexão e acolhimento.
Teatro Das Artes.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

"Tem Gaiato No Navio" - Uma Comédia Musical.

 "Tem Gaiato No Navio" 
 Uma Comédia Musical.
A dramaturgia de "Tem Gaiato No Navio!" é uma livre adaptação de Haydée Figueiredo a partir do musical "Anything Goes", que estreou na Broadway em 1934 e continua inédito no Brasil.
"Anything Goes" é considerado um clássico consagrado do período de ouro dos grandes musicais - Old Broadway.
Christina Trevisan (Supervisora técnica do curso e diretora geral do espetáculo). Tem Gaiato No Navio 🎭🔝🎶 Curso técnico de teatro Musical do Sesi-SP.
Formandos 2019.
“Tem Gaiato no Navio” é uma típica comédia de erros, cuja ação acontece em 1930 a bordo do navio SS American, em uma viagem de Nova York ao Rio de Janeiro.
A peça conta as peripécias de Billy Crocker – um jovem corretor de Wall Street, para conquistar Hope – uma bela garota pela qual se apaixonou à primeira vista.
No dia da partida do SS American, Billy vai até o cais despedir-se de dois amigos, que coincidentemente farão essa viagem: seu chefe Elisha e sua velha amiga Reno – uma ex-evangelista que virou cantora de boate. Ao chegar ao cais, Billy vislumbra a misteriosa garota e descobre que ela é rica herdeira dos Harcourt. Ela está escoltada por sua mãe a caminho do Brasil com seu noivo – um nobre e infeliz britânico.
Billy resolve embarcar clandestinamente no navio com o objetivo de conquistar Hope. Mas o acaso faz com que ele consiga a simpatia do gângster Moonface Martin, que viaja disfarçado de missionário religioso. Moon lhe dá o passaporte e o bilhete do seu próprio chefe – o gângster Snake Eyes – conhecido como Inimigo Público N° 1.
Já a bordo do navio, Billy e Hope se encontram no convés e ela confessa que também não conseguiu parar de pensar nele. Apesar disso, precisa se casar com Lord Evelyn para salvar a família que está com problemas financeiros.
No meio da viagem, a tripulação do navio recebe uma mensagem de NY alertando que o Inimigo Público N° 1 está a bordo. A confusão está instalada! A comédia está armada!
Centro Cultural Fiesp.
Teatro Popular do Sesi
Apresentações aconteceram: 13 a 15 de dezembro.
Todas as informações retiradas: Programação do espetáculo.

domingo, 20 de outubro de 2019

"Partida".

Ontem (19/10), participamos da COBERTURA da sessão da MOSTRA SP – “PARTIDA” , que teve a presença do elenco e da direção do filme.
Documentário/94min/Cor/2019/Brasil
No documentário “Partida”, diante do resultado da última eleição no Brasil, a atriz Georgette Fadel decide se candidatar à presidência da República em 2022. E para se reencontrar com anseios políticos que pareciam agora impossíveis, embarca de ônibus numa viagem ao Uruguai na utópica tentativa de passar o Réveillon nos braços do ex presidente Pepe Mujica, sua maior referência política viva. Mas não parte sozinha. Ainda nos primeiros minutos, esbarra em Léo, um empresário rico, com posições políticas polêmicas que o tornará de cara seu antagonista e, quem diria, o maior parceiro na jornada. As irreconciliáveis brigas de sempre entre a esquerda e a direita que dividiram amigos, famílias e o país em 2018, darão lugar à paisagem caminhante. Na companhia de outros viajantes e de um grande amor, uma surpresa comum dará sentido à Partida.
Direção: Caco Ciocler
Fotografia : Júlia Zakia, Manoela Rabinovitch
Montagem : Tiago Marinho
Música : Arthur de Faria
Elenco : Georgette Fadel, Léo Steinbruch, Paula Cesari, Sarah Lessa, Vasco Pimentel, Sarah Lessa, Jefferson dos Reis, Julia Zakia, Beto Amaral, Manoela Rabinovitch, Ivan Drukier Waintrob, Luiza Zakia
Produtor : Beto Amaral, Caco Ciocler
Produtora: Cisma Produções e coprodução: Zumbi Post
Classificação : 10 anos
Esta é a segunda direção de Caco Ciocler.
CINESESC.

terça-feira, 15 de outubro de 2019

“Madagascar – Uma aventura Musical”.

“Madagascar – Uma aventura Musical”.
“Madagascar – Uma aventura Musical” é um espetáculo que conta a divertida história dos animais criados no zoológico de Nova York, que organizam um plano de fuga, com o objetivo de conhecer o que existia fora do zoológicos, o local que sempre viveram. 
Entretanto, algo dá errado e eles embarcam em um navio e acabam acidentalmente na ilha que dá nome ao espetáculo.
O Musical é baseado no filme Madagáscar de 2005 e mostra principalmente a importância da amizade. Espetáculo fofo, envolvente e para todas as idades.
Elenco: Maurício Xavier(Marty, a zebra), André Loddi (Alex, o leão), Ludmillah Anjos (Glória, a hipopótamo fêmea), Ivan Parente (Melman, o girafa), Will Sancar (Capitão, Funcionário do zoo V, Lêmure V , Marty (cover), Renato Belini (Rico, Funcionário do zoo IV, Lêmure II, Foosa II), Fernando Palazza (Kowalski, Funcionário do zoo VII, Lêmure IV, Foosa I, Melman (cover)), Lucas Cândido (Rei Julien, Funcionário do zoo I, Policial), Nalin Júnior (Maurice, Funcionário do zoo II, Capitão do Navio, Kowalsky e Rico (cover), Lêmure II e IV (cover), Foosa I e II (cover), Funcionário do Zoo IV e VII (cover), Rafael Aragão (Zeke - Funcionário do zoo, Mason (o macaco), Controle de Animais, Lêmure I, Foosa líder e Alex (cover)), Júlio Oliveira (Recruta, Funcionário do Zoo VI, Lêmure III, Rei Julien (cover) e Policial (cover)), Brenda Nadler (Zelda - Funcionário do zoo, Dulce Napaforte, Lynn lêmure, Recruta (cover), Funcionário do Zoo VI (cover), Lêmure III (cover)), Letícia Mamede (Swing Feminino), Guilherme Pereira (Swing Masculino) e Vanessa Mello (Funcionário do Zoo III, Mort, Lars Lêmure, Glória (cover), Capitão (cover), Lêmure V (cover), Funcionário do Zoo V (cover).
                     Theatro Net.

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

"Minha Vida Daria Um Bolero"🎭 .

"Minha Vida Daria Um Bolero"🎭 .
 Texto: Artur Xexéo.
No início do espetáculo, está indo ao ar a última edição do programa “Minha Vida Daria Um Bolero”. Neste dia, Diana (Françoise Forton) expõe, ao vivo, o relacionamento que mantém há 20 anos com Orlando (Fábio Cador). Porém, eles nunca se viram. Só conversam por e-mail, mensagens de celular e principalmente pelo programa de rádio. Mas agora, após a última edição, pela primeira vez, terão, talvez, a chance de encontrarem-se.
“A peça conta a maneira com que as pessoas podem se apaixonar, mesmo não estando presentes fisicamente. O relacionamento acontece a partir do programa de rádio de Diana, onde ela usa boleros para dar conselhos a seus ouvintes”, detalha Françoise Forton.
Orlando é um professor de dança que busca o programa para se aconselhar e acaba se apaixonando pela voz da apresentadora. “No dia em que é abandonado no altar por sua noiva, Orlando ouve o programa de boleros e se apaixona pela voz e pelo jeito despachado da locutora”, conta Cador.
Elenco:Françoise Forton e Fábio Cadôr.
“Tú te Acostumbrastes”; “Solamente uma Vez”; “Angustia”; “Besame Mucho”; “Contigo Aprendi”; “Noite de Ronda”; “ Vereda Tropical” e mais 11 boleros que fazem parte do imaginário coletivo são o pretexto para contar a história do musical “Minha Vida Daria um Bolero”.
Informações: Morente Forte.
Teatro Nair Bello.
Duração:70 min
Temporada: de 12 de outubro até 10 de novembro.