♥ Seguidores♥

Mostrando postagens com marcador Literatura Brasileira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Literatura Brasileira. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O Discípulo Da Madrugada.

O Discípulo Da Madrugada.
(Padre Fábio de Melo).
Em O Discípulo da Madrugada, Padre Fábio de Melo nos apresenta um personagem religioso e bem-intencionado que tem sua vida modificada ao se tornar amigo de Jesus, antes de presenciar sua crucificação. Ao ouvir a pregação de Jesus, esse homem sente ruir a estrutura que até então dava sentido à sua vida. Desalojado em si mesmo, ele inicia uma aventura encantadora pelos caminhos da liberdade interior.
Um personagem que tem um pouco de todos nós. Ou muito. É preciso observá-lo de perto, pois pode ser que o conheçamos bem. Pode ser até que a identificação seja tão profunda que, sem receios, possamos dizer: este sou eu. (Sinopse retirada do Google).
Este é um tipo de livro em que paramos para refletir a cada capítulo sobre como agimos em relação a Deus e a nós mesmos. O padre Fábio nos mostra através da história narrada em seu livro, que os ensinamentos sobre um Deus vingativo que aparece nos textos do Antigo Testamento, cede lugar a um Deus bondoso e sempre disposto a nos perdoar, como nos é apresentado nos textos do Novo Testamento
Um dos aspectos que mais gostei desse livro é que a leitura é muito leve, objetiva e nos faz querer estar mais próximos dos verdadeiros ensinamentos de Jesus.
"O seu crime?Propor uma nova interpretação da Lei, um jeito novo de compreender a relação entre Deus e os homens. Acreditar que Deus ama os marginalizados, os infiéis, os doentes e pecadores. Essa postura incomodava. quebrava as regras estabelecidas, ousava aproximar os que não eram bem-vindos, os que estavam justificadamente expatriados, colocados às margens das cidades e dos templos. Ele não poderia continuar vivo. Estava causando problemas demais para as estruturas religiosas e políticas de seu tempo". Páginas: 61-62.
Recomendo.

domingo, 26 de agosto de 2012

Tarde de autográfo com o Maurício de sousa

Nesse final de semana, eu realizei um dos meus maiores sonhos: Conhecer o Mauricio de Sousa. Cresci lendo os gibis da Turma da Mônica, e ainda hoje sou fã incondicional da Mônica, da Magali, do Chico Bento, etc... Só o que tenho a dizer é que: Mauricio é super brincalhão, simpático e muitoooo atencioso com todos. Foi um dia mágico e inesquecível. Daqueles que ficarão para sempre na memória.
Chegamos de 13:00 horas na Saraiva (Shopping Center Norte).
Fomos o número 48.
O Maurício chegou um pouquinho atrasado, pediu desculpas e brincou bastante com o pessoal.
Cebolinha e Mônica.
Maurício autografou, tirou fotos e conversou com todos.
 O Maurício autografou o meu livro, o mangá do William e ainda o da minha mãe. Pense em uma pessoa encantadora e gentil. O Maurício merece tudo de bom e que Deus continue iluminando a vida dele.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Vale Tudo: Tim Maia - Nelson Motta

Vale Tudo: Tim Maia - Nelson Motta.
Sinopse: Preto, gordo e cafajeste, formado em cornologia, sofrências e deficiências capilares. Era assim que Tim Maia o cantor que integrou o soul e o funk aos ritmos brasileiros se definia. A partir de uma pesquisa assombrosa e de uma intensa convivência com Tim Maia, o jornalista e produtor musical Nelson Motta conta, no ritmo irresistível do rei do samba-soul, a sua história de som, fúria e gargalhadas.
O que Achei: Não sou fã de biografias, mais essa é simplesmente maravilhosa. O legal é que o livro é escrito de uma maneira super leve e divertida, contando a história do Tim desde o nascimento até o seu último dia de sua  vida.
Temos uma visão do cenário musical  e do surgimento de grandes nomes, entre eles:  Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Jorge Ben Jor, Rita Lee,...
Eu já gostava do Tim Maia e depois desse livro, me apaixonei completamente por ele. E como não gostar de uma pessoa tão generosa e amiga? 
Quero muito que o musical venha para São Paulo (e por um preço acessível, please!!!)

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Santô e os pais da aviação.

Santô e os pais da aviação - 
    Spacca.
Quem foi o primeiro a voar? o brasileiro Santos-Dumont ou os norte-americanos irmãos Wright? ou inventores da época?
Santô conta a trajetória de Santos-Dumont e do início da era da aviação em geral.
Sendo Santos-Dumont o personagem central, do qual vários inventores (de diversas nacionalidades) estão em busca de um mesmo sonho e se influenciam mutuamente, mesmo quando estão competindo entre si.
 No livro, o brasileiro foi um dos pais da aviação, mas não o único.
Os irmãos Wright eram pobres enquanto Santos-Dumont vinha de uma família rica, mas sua riqueza é tratada não apenas como uma vantagem, mas também como uma grande responsabilidade: a de estar à altura de seu pai, um grande empreendedor e o cafeicultor mais rico de seu tempo.
Além dos irmãos Wright, vários outros pioneiros da aviação são apresentados e se mostra como a história é bem mais complexa do que pode parecer a princípio.
Vale destacar ainda um dos coadjuvantes, Sem, um cartunista e caricaturista que retratava as figuras importantes da época. Ele ficou fascinado pela excentricidade de Santos-Dumont e suas caricaturas deixaram o aeronauta ainda mais famoso.
O mais legal desse HQ, é que Spacca consegue contar a história de um dos maiores nomes da história brasileira, de uma maneira bonita, informativa e divertida. É bem mais interessante se inteirar da vida dos grandes vultos dessa maneira. Acho que a gente aprende bem mais do que através dos livros didáticos, que colocam um milhão de datas, e deixa tudo muitoooo cansativo e pesado. Acho que livros nesse estilo, deveria ter em todas as bibliotecas publicas. Esse HQ é uma forma bacana de atrair o gosto de crianças e adolescentes para a leitura.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Na Sala Com Danuza (Leão).

Na Sala com Danuza - Danuza Leão.

Esse livro é muito divertido. A Danuza Leão tem um estilo único de descrever e de explicar como devemos nos comportar em diversos tipos de situação (em festas, em viagens, casamentos, com os amigos,...), e tudo em um clima descontraido e engraçado. Ela conta diversas passagens da vida dela e dá conselho de como evitar ser um mala (tanto no dia-a-dia, como na vida social). Serve também para presentear  algum colega que não se comporta muito bem, aqueles que não tem muita noção de educação, hahaha.
Comprei esse livro em um sebo no centro de São Paulo por 1 real, foi uma bagatela, porque o livro é muito legal e estava em ótimo estado (tirando as partes que estavam marcadas com os nomes dos amigos incovenientes do antigo dono,acho que por isso que ele se desfez do livro, hahaha. Mais valeu os rabiscos, serviu para umas risadas extras).