♥ Seguidores♥

Mostrando postagens com marcador #teatromusical. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #teatromusical. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Peer Gynt.

Peer Gynt.
(Henrik Ibsen).
Baseado no folclore norueguês, Peer Gynt é um poema dramático que narra a trajetória de um jovem fantasioso e contador de estórias que vive as mais inusitadas aventuras. No encontro com os trolls, por exemplo, Peer se envolve com a filha do rei dessas criaturas  mitológicas no intuito de ele também se tornar rei, chegando inclusive a concordar em trocar o lema que sempre seguira "homem, seja você mesmo" pelo "troll, basta-te a ti mesmo"; entretanto, ao perceber que precisaria mutilar a própria visão para efetuar a união, ele foge dali imediatamente.
Peer então sai do vilarejo onde nascera para ganhar o mundo. Depois de muitos percalços, Peer chega a um manicômio egípcio onde é coroado "o imperador dos exegetas" por se definir como aquele que sempre foi ele mesmo. Envelhecido, seu Eu gyantiano entra em colapso e ele decide voltar para casa, onde se dá conta que o "si mesmo", aquele Eu uno atrás  do qual ele sempre correu, nunca existiu: Peer precisa aceitar que o Ego não é uma unidade, mas um conjunto de identificações contraditórias entre si.
Por esse simples e breve apanhado do texto, não restam dúvidas de que Peer Gynt é uma odisseia do Eu. Tal como Odisseu, Peer Gynt quer voltar para casa, mas se perde nos caminhos possíveis de se encontrar. Como em muitas de suas peças não há um final conclusivo, o que implica uma reflexão que sintetize o que o autor não fez. Mas sob quaisquer perspectivas que se queira abordar a narrativa, Peer Gynt revela as aflições do homem do século XIX que buscava ampliar sua realidade interior. Foi dessa forma que Peer Gynt contribuiu para inaugurar uma nova era.
sinopse retirada do programa da peça.  
Elenco: Chico Carvalho, Dagoberto Feliz, Daniel Maia, Daniel Mazzarollo, Leonardo Ventura, Leticia Medella, Luciana Carnieli, Marco França, Marco Furlan, Maria do Carmo Soares, Mariana Elisabetsky, Mel Lisboa, Nábia Vilela, Rogerio Romera e Romis Ferreira.
Direção e adaptação: Gabriel Villela.
Chico Carvalho é um ator primoroso, não consigo imaginar outra pessoa interpretando Peer Gynt. além da peça ter um figurino e um cenário maravilhoso, e atores super talentosos, as canções do espetáculo são fantásticas: Help, Yellow Submarine, Hallelujah, The End, Pierrô Apaixonado, entre outras.
Teatro do Sesi-SP
de 29 de setembro a 16 de dezembro, quartas a sextas, 15h (agendamento escolar)*
sábados e domingos, 15h30

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

“Divas – O Musical”

“Divas – O Musical”
Ontem foi o dia da estreia vip para convidados e imprensa de
Divas - O Musical.
No palco, Sofia, Mariah e Cecília, três melhores amigas que formaram uma girl band na adolescência, se reencontram num reality show e precisam enfrentar as diferenças do passado e competir entre si. Alto astral e super envolvente, o espetáculo traz grandes sucessos musicais das décadas de 70 até hoje, que ganharam o mundo nas vozes de estrelas como Céline Dion, Madonna, Cher, Whitney Houston, Donna Summer, Mariah Carrey, Shakira, Spice Girls, Christina Aguilera, Beyoncé, Britney Spears, Jessie J, Rihanna, Tony Braxton e Lady Gaga.
Dirigido por Jarbas Homem de Mello, “Divas – O Musical” é protagonizado pela cantora Luiza Possi, que faz sua estreia como atriz; Nikki, finalista da 4ª temporada do The Voice Brasil; e pela atriz de Malhação e Êta Mundo Bom Jennifer Nascimento, dona de uma igualmente belíssima voz . Também no musical, nomes como Leilah Moreno, Rodrigo Andrade, Daniel Blanco e grande elenco.
Informações: Ingresso Rápido.
 
Jarbas Homem de Mello nos agradecimentos finais.
 
Andy Santana, Luiz Henrique Leão, Cassiano Leonardo, William Soares, Michel Fernandes (Prêmio Aplauso Brasil), Regina Lima, Julio Mancini e Maximiliana Reis.
Alguns dos Convidados, entre eles: Ivan Parente, Kiara Sasso, Lazaro Menezes e Fábio Namatame. 
Com as Divas Luiza Possi, Nikki, Leilah Moreno e Jeniffer Nascimento.
Período: 07 de Outubro a 13 de Novembro de 2016
Local: Teatro Procópio Ferreira (Rua Augusta, 2823 – Jardins, SP)
Horários: Quinta, 21h; Sexta, 21h; Sábado, 18h e 21h30; Domingo, 17h

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Hoje é Dia de Maria - A Fábula Musical.

 Hoje é Dia de Maria.
A Fábula Musical
O espetáculo conta a história de uma menina pobre, do sertão Paulista, que de tanto ser maltratada por sua madrasta e seu pai, resolve sair em busca de seu sonho.
O musical estimula o lúdico através das músicas, coreografias de sapateado americano e irlandês, ballet clássico, acrobacias de solo e aérea, dialogando entre o erudito e o popular.
O repertório conta com canções populares e de grandes compositores, entre eles: Caetano, Gonzaguinha, Marisa Monte...Victor e Léo.
 
Elenco: Ligia Paula Machado, Cleto Baccic, Kleber Montanheiro, Luiz Araújo, Camila Brandão, Alberto Goya, Guilherme Puvetti, João Canedo, Roger Ciel, Vittor Fernando e Hicaro Nicolai. 
Maria (Ligia Paula Machado) e Pássaro Incomum (Cleto Baccic).
 O pássaro incomum representa o alter ego de Maria. Ela é uma menina corajosa  que busca a liberdade ao invés de sonhar com o príncipe encantado.
 Joaninha (Camila Brandão) e a Madrasta (Kleber Montanheiro).
Madrasta má que explorava Maria em prol de sua filha Joaninha.
Pássaro encantado, Maria e o Pai (Luiz Araújo).
Maria sofria maltrato não apenas da madrasta, o pai também foi um dos responsáveis por sua fuga. 
Hoje é Dia de Maria é simplesmente um espetáculo maravilhoso, lindo demais. eu fui esperando ver algo incrível e mesmo assim fiquei surpreendida. Parabéns a todos e desejo vida longa e muito sucesso para o Musical. Vocês merecem todos os aplausos pelo excelente trabalho que estão fazendo.
Teatro Cetip.